Make your own free website on Tripod.com
Fotos Da Pm
Swat
Policia Montado[Cvl]
Gate
Policia Civil
                          




                                             Arquivos    
Governador e secretário adjunto desativam a 1ª carceragem de 2003: o 85º DP do Jardim Mirna, zona zul da capital
Sexta-Feira, 31 de Janeiro de 2003

O governo do Estado continua com sua política de desativação de carceragens no Estado de São Paulo. Nesta 6ª feira (31/01), pela manhã, o governador Geraldo Alckmin e o secretário Adjunto da Secretaria da Segurança Pública Marcelo Martins de Oliveira realizaram a 1ª desativação carcerária de 2003. A cerimônia de queda das grades e transferência de presos ocorreu no 85° Distrito Policial, localizado à rua Dr. Juvenal H. Ferreira, n° 141, no Jardim Mirna, zona sul da capital.
Também estiveram presentes ao evento, o Delegado Geral da Polícia Civil, Marco Antonio Desgualdo, o Diretor do DECAP, Antônio Chaves Martins Fontes, o Delegado Seccional Sul, Olavo Reino Francisco e o Delegado Titular do 85° DP Waldemar Alves Júnior.
Por volta das 11h30 o governador chegou ao Distrito Policial acompanhado do secretário adjunto. A população os cercava. A satisfação de não ter mais presos dentro da delegacia estava estampada no rosto de todos os presentes.
Esta foi a última transferência - que já vem ocorrendo desde o dia 27 deste mês. Cerca de 20 presos saíram escoltados por vários policiais e colocados dentro de um ônibus a caminho do sistema penitenciário. Com a desativação , cerca de 124 presos deixaram o 85° DP para o CDP de Parelheiros.
De acordo com Martins de Oliveira , “a desativação da carceragem vai melhorar radicalmente o atendimento da região. “O fato é que a mentalidade e a idéia é a de propiciar o melhor para toda essa população”, disse.
“O maior objetivo é não ter presos em Distritos Policiais, pois também não há condições físicas. Com a desativação, evitamos o risco de fugas e tentativas de resgate”, disse Geraldo Alckmin. O governador chegou a comentar o lamentável episódio ocorrido semana passada no próprio 85° quando de uma tentativa de resgate de presos em que um policial civil foi morto a tiros e um carcereiro foi baleado pelas costas. ”Agora, ao invés dos policiais precisarem tomar conta de criminosos, eles cumprirão com sua tarefa de se dedicar ao trabalho investigativo e judiciário”, ressaltou. E ainda completou: “O sonho de décadas está sendo realizado hoje com a desativação de mais um DP”.
O governador e o secretário adjunto descerraram a placa de desativação, em meio a aplausos dos presentes. “A população está muito contente. Estamos mais tranqüilos e assim poderemos dormir em paz”, festejava Pedro Tavares Maia, presidente do Conseg do Jardim Mirna.
Para o aposentado José Luiz da Rocha, de 57 anos, a manhã desta 6ª feira foi de festa e comemoração. “Tinha gritaria e a população se sentia intimidada com a presença desses presos. Nossa angústia acabou”.
“É um alívio para nós e para a população”, ressaltou o delegado titular Waldemar Alves Júnior.
Até o final de 2004, a meta da Secretaria de Segurança Pública é a de desativar todas as carceragens de Distritos Policiais da Capital.
Até o momento, foram desativadas no Decap, as carceragens de 31Distritos Policiais e uma Cadeia Pública . No Demacro, foram desativadas 5 cadeias públicas (Carapicuiba, Guarulhos, Osasco, São Bernardo do Campo e Santo André) e no interior 43 Cadeias Públicas e 2 Distritos Policiais.